FAQ’s – Reciclagem

Artboard 32ldpiArtboard 30ldpi Artboard 28ldpi
 Colocar Colocar Colocar

 – Caixas de cartão

– Sacos de papel

– Papel de escrita e envelopes

– Revistas e jornais

– Caixas de ovos

 – Garrafas de bebida e azeite

– Boiões de conservas e doces

– Frascos de perfume e cosmética

 – Sacos de plástico

– Frascos de champô e detergentes

– Garrafas e garrafões de água

– Garrafas de sumo e óleos alimentares vazias

– Esferovite

– Embalagens de iogurte

– Embalagens de leite, sumo e vinhos

– Latas de bebida e conservas

– Tabuleiros de alumínio

– Aerossóis

 Não Colocar Não Colocar Não Colocar

 – Papel autocolante

– Sacos de cimento

– Papel plastificado

– Toalhetes e fraldas

– Papel de alumínio

– Lenços de papel sujos

– Embalagens de cartão com gordura, como caixas de pizza

– Papel de cozinha e guardanapos sujos

– Embalagens de produtos químicos

 – Pratos, copos, chávenas. Jarras e cristais

– Janelas, vidraças, espelhos

– Lâmpadas

– Embalagens de medicamentos

– Materiais de construção civil

 – Garrafões de combustível

– Baldes

– Cassetes de vídeo. Canetas, CD e DVD

– Rolhas de cortiça

– Talheres de plástico

– Plásticos não embalagem

– Eletrodomésticos

– Tachos e panelas

– Ferramentas

– Talheres de metal

– Pilhas e baterias

Sim. O aproveitamento varia consoante o tipo de esferovite, mas todas podem ser recicladas e entrar no processo de fabrico de novos produtos.

Vários municípios do país e algumas cadeias de supermercados têm pontos de recolha de óleos alimentares usados.

Caso não exista um local próximo onde deixar este resíduo, deve-se armazenar o óleo usado num recipiente de plástico, vedá-lo bem para não correr o risco de se abrir e depositá-lo no contentor de lixo indiferenciado. Nunca se devem despejar os óleos domésticos no esgoto.

O vidro das embalagens (de garrafas, frascos e boiões) têm as mesmas características entre si, garantindo-se que o vidro se funde a temperaturas semelhantes durante o processo de reciclagem. O resultado é um vidro reciclado de qualidade. Por outro lado, os vidros que não provêm de embalagens têm características diferentes do vidro de embalagem, contaminando o processo de reciclagem.

A recolha de objetos de grandes dimensões, conhecidos como monos ou monstros, exige a utilização de equipamento específico. Assim, deve-se avaliar junto dos serviços municipais como e onde pode fazer a deposição destes resíduos. Há municípios que têm dias específicos para a colocação dos monos, outros recolhem mediante marcação prévia. No caso dos eletrodomésticos, na compra de um novo deve-se solicitar a recolha do antigo.

O âmbito da campanha ‘Vamos Gravar esta Ideia’, é possível efetuar a recolha seletiva de CD/DVD usados através da rede de recolha Pick Me! da Chronopost.  Os pontos de recolha aderentes estão disponíveis aqui.

Para o efeito, serão utilizados contentores próprios individualizados, em cartão, de forma a evitar o acesso aos consumíveis já depositados. No caso dos utilizadores que possuam grandes quantidades destes resíduos, poderão entregá-los diretamente no armazém da Chronopost. O destino final para efeitos de valorização é assegurado por operadores de gestão de resíduos devidamente licenciados.

Existem já algumas marcas no mercado nacional que já asseguram a recolha e reciclagem das respetivas cápsulas de café usadas, disponibilizando nos seus websites e pontos de venda informação sobre esta prática e os locais de entrega.

Existem outros pontos de recolha, nomeadamente nas lojas pingo doce onde poderá depositar qualquer tipo de cápsula, no caso de marcas que ainda não tenham soluções próprias para o encaminhamento das cápsulas. Por não serem consideradas na legislação um resíduo de embalagem, as cápsulas de café que são depositadas no ecoponto amarelo – com ou sem a borra de café no interior – são rejeitadas na triagem e consideradas lixo indiferenciado.

Poderá consultar os locais mais próximos onde deixar os seus resíduos em:

www.wasteappportugal.pt